NOVO SITE DO PMM/NEW SITE | INICIO / HOME | APRESENTAÇÃO | O AUTOR | LOGOTIPO | MACAU | O MACAENSE | GUIA MUSICAL | R A E M | IMAGENS DALUZ | LIVRO DE VISITAS | E.MAIL | LINKS | PAPEL DE PAREDE/WALLPAPER

FESTA DO DIA DE MACAU

CASA DE MACAU DE SÃO PAULO
a.dia.macau.bandeiras.jpg
BANDEIRA DA RAEM PASSA A TREMULAR NOS MASTROS DA CASA

FESTA DO DIA DE MACAU

Dia de São João Baptista - Padroeiro de Macau

                                                   

                                                                                                       por Rogério da Luz

 

Inauguração de uma nova fase na Casa de Macau de São Paulo, foi o aspecto significativo da Festa do Dia de Macau, comemorada no último dia 26, assim denominada para caracterizar o Dia de São João Baptista, Padroeiro de Macau.  A data lembra a vitória sobre as forças invasoras holandesas que pretenderam conquistar Macau, em 24 de Junho de 1622, o que "se tivéssemos perdido este confronto, toda a história de Macau teria sido diferente e não estaríamos aqui para contá-la", como foi lembrado num pronunciamento durante o evento.

A festa contou com a participação de cerca de 280 pessoas, incluindo nelas o Cônsul Geral da R.P.da China e da Consulesa Adjunta de Portugal, além de representantes da Comunidade Portuguesa e Chinesa, políticos e imprensa luso-brasileira. 

Às 11:45 horas, diante de associados e da comitiva de 32 pessoas da Casa de Macau do Rio de Janeiro, pela primeira vez em S.Paulo, a bandeira da RAEM foi hasteada, juntando-se às do Brasil, Portugal, Estado de São Paulo e do Leal Senado, na sua qualidade de bandeira histórica e representativa.

Lembrando os tempos das tunas que desfilavam pelas ruas de Macau, o Trio Macaense com uma comitiva de jovens e crianças, fez a sua entrada pelo corredor do salão com uma porta-bandeira, para a sua apresentação musical, dando o início à festa, na qual foi servido o Chá Gordo.

Dando seqüência à programação, o cântico de parabéns pela data foi também dedicado à Casa de Macau do Rio de Janeiro, pela passagem do 13° aniversário da sua fundação ocorrido no dia 23. 

Os presidentes das 2 Casas, Júlio Branco e Francisco Rodrigues pela Casa do Rio, discursaram saudando os presentes, seguindo-se a uma leitura de explanação dos motivos de comemoração da data, feita pelo autor deste artigo e os votos de boas-vindas ao Conselho das Comunidades Macaenses. 

A Casa de Macau de São Paulo, no dia anterior, encaminhara uma carta à APIM, comunicando a sua aprovação ao Estatuto revisto em 8 de Junho.  A dança de leão foi a escolhida para fazer a saudação ao Conselho e que foi representada por 2 jovens, simbolizando a sua juventude pela recente proposta da sua criação. Há uma grande expectativa em São Paulo, que ele venha trazer benefícios às todas as comunidades macaenses.

Outro ponto importante da festa, foi a homenagem, pela primeira vez, às equipes de hóquei que vestem a camisa da Casa de Macau.   Vinte e oito jogadores representando as nossas 3 equipes, 2 masculinas e 1 feminina recém-formada, receberam medalhas das mãos do presidente, a vice Edite Ritchie e de João Bosco da Silva, que também foi homenageado pela "dedicação e incentivo ao esporte junto à nossa juventude". 

Terminadas as homenagens, seguiu-se a uma programação musical com música e dança chinesa com as nossas crianças, e o nosso grupo Coral que cantou Macau em versão original. porém com ritmo brasileiro

Os The Thunders, que serão homenageados no Encontro em Macau, abriram a 2ª. fase da festa com baile e um concurso de dança rock and roll, que contou com a participação de 11 casais.  Alegria, descontração, falta de fôlego e muita animação, foram as características desta inovação em festas, que no final premiou 3 casais

Avançava a noite e o público teimava em divertir-se e confraternizar-se, altura em que foram servidos como chá da tarde, variados min e chôk (macarrão chinês e canja), para por volta das 21:00 horas, dar-se por encerrada a festa que certamente, entra nos registros da história da Associação, pelo significado de iniciativas inovadoras de conscientização do presente e com os olhos voltados para o futuro.

 

CASA DE MACAU DE SÃO PAULO
fachada.jpg
DECORADA PARA RECEBER OS CONVIDADOS

O TRIO MACAENSE COM BADARACO, ADALBERTO E MANUEL
a.dia.de.macau.tuna.jpg
O TRIO FEZ A SUA APRESENTAÇÃO MUSICAL E YOLANDA CANTOU 2 FADOS